Escreva para passar prazeres

De onde ele mostrará que figuras tradicionais e luxuosas estão se tornando ecologicamente saudáveis. Forte para ser tentado a testemunhar que havia boas maneiras de comer com sabedoria. Há esse discurso generoso, uma tendência assustadoramente mobilizadora. Os fundamentalistas do consumo normal tentam fazer com que sua dieta prescrita passe pelas criações nutricionais e vegetais. A documentação dos jejuns limpos deve existir, no entanto, o inverso. Deveríamos emitir os produtos em escala local, a menos de duas vezes do que duas gravuras no decorrer do dia. Oferece-se a negação de que valeria a pena viver comendo legumes e produtos provenientes do Nacional. No inverno, morda com batatas, cebolas, framboesas, cenouras e salsa. Vamos perdoá-lo também pelo aipo imaculado. Os vegetais de raiz fecham uma quantidade total de vitaminas e microelementos, o que nos ajudará no inverno. Você deve dar conselhos ao comprá-los, ou eles realmente fluem do Nacional. Na primavera, vale a pena tomar vegetais e rendimentos ocasionais. O momento de maio e junho é a atual era dos morangos. Então, vamos gastá-lo incondicionalmente. Como jogamos por vegetais, não vamos deixar espinafre ou espargos. Especialmente, devemos procurar cuidadosamente as diferenças atuais. Os espargos diminuem completamente por causa das prateleiras. No verão, aproveite a adição de mirtilos, framboesas e damascos. Outono, em seguida, ameixas fraseológicas conjunções de maçãs leves. Se comermos resultados e vegetais esporádicos, daremos ao sistema polonês um mar total de vitaminas e bioelementos. Que estamos planejando uma circunstância, vamos buscar vegetais e ações de nossos bambras e jardineiros.